Mamã e Bebé

Estrias na gravidez: como prevenir

Estrias na gravidez: como prevenir

Os milagres em cosmética não existem. Mas, existem produtos que melhoram e ajudam a prevenir e reduzir as marcas de estiramento cutâneas que são difíceis de tratar. É o caso das estrias ou distensões na pele que podem afetar até 90% das mulheres grávidas.

Mas o que são as estrias?

As estrias cutâneas são ruturas superficiais da pele (da elastina e do colagénio) que podem manifestar-se em qualquer idade e em ambos os sexos (embora seja mais frequente nas mulheres). Podem distinguir-se dois tipos segundo a sua fase:

1 – Inflamatória, na qual a estria se encontra eritematosa, ligeiramente violácea ou púrpura. É a chamada estria vermelha, a qual pode reduzir a sua progressão e melhorar o seu aspeto.

2 – Cicatricial, quando a coloração evolui até o branco nacarado, o seu aspeto é definitivo. É a conhecida estria alba, que é muito difícil de tratar.

As estrias na gravidez

As estrias na gravidez aparecem como resultado do estiramento da pele e pelo aumento de determinadas hormonas. Também a idade, o aumento de peso durante a gravidez ou a história familiar de estrias gravídicas podem atuar como fatores de risco no seu aparecimento.

Os efeitos estéticos das estrias podem impactar negativamente na qualidade de vida de muitas mulheres (principalmente depois de dar à luz) e, por isso, é importante conhecer as ferramentas para ajudar a reduzi- las ou preveni-las.

Quando começam a aparecer?

Não é uma ciência exata, mas a partir do 2º trimestre, as probabilidades de que as estrias apareçam no seu corpo aumentam. A causa? A barriga começa a crescer rapidamente pelo próprio crescimento do bebé.

Como evitar ou prevenir as estrias?

Atualmente não existe um tratamento totalmente eficaz na eliminação das estrias que se encontram na sua fase cicatricial. Ou seja, uma vez brancas é muito difícil melhorá-las apenas com cuidados tópicos. O que podemos fazer? Consultar um especialista que nos recomende técnicas mais invasivas para a recuperação da pele. Uma vez realizado o procedimento podemos manter a qualidade da pele com produtos tópicos específicos antiestrias.

Para evitar as técnicas invasivas, a chave é prevenir o aparecimento das estrias com produtos que ajudam a melhorar a estrutura da pele e que potenciam a sua elasticidade. Desta forma, a pele apresentará uma capacidade elástica suficiente para resistir ao aumento de volume e estiramento, prevenindo o aparecimento das estrias.

ISDIN Woman Creme Antiestrias Textura

Os dados confirmam. Um estudo publicado na revista Piel, realizado por ginecologistas e obstetras do Hospital Universitario Materno Infantil de Canarias, demonstrou que o uso de produtos antiestrias, comparativamente com o uso de hidratantes ou produtos não específicos, tem muitos benefícios: reduz o aparecimento de estrias na gravidez, diminui a gravidade das novas estrias e melhora a qualidade de vida das grávidas.

Parece que, apesar de não as podermos evitar a 100%, a aplicação tópica de cremes antiestrias melhora significativamente a sua aparência e evolução. Como o creme antiestrias de ISDIN WOMAN, que ajuda a prevenir e reduzir as estrias da gravidez. Com 89% de ingredientes de origem natural, apresenta uma textura ligeira de fácil absorção e potencia a elasticidade da pele ao mesmo tempo que a hidrata. Além disso, o seu perfume suave é ideal para mulheres grávidas com maior sensibilidade aos odores.

E lembre-se! Durante a gravidez, mime-se mais que nunca com produtos e rotinas que ajudem a cuidar da sua pele por dentro e por fora.

Este artigo foi escrito em colaboração com a ISDIN.